FaceBook  Twitter  

PRELAZIA DO XINGU

SERVIÇO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO CATEQUÉTICA

 

Nós, 97 catequistas presentes na 3ª Assembleia do Serviço de Animação Bíblico Catequética da Prelazia do Xingu, reunidos no Centro de Formação Bethânia de 29 de janeiro a 01 de fevereiro de 2015, temos a alegria e satisfação de chegar até vós para compartilhar a vivência de fé, esperança e compromisso com o Projeto de Deus, que vivemos nesses dias nesta grande assembleia. Aprofundamos o tema: Catequese no Xingu: caminho para a experiência com o Senhor. E o lema: “Ide fazei discípulos meus todos os povos”. (Mt 28,19), que nos compromete a ser discípulos e discípulas, missionários e missionárias neste chão sagrado.

Impulsionados pela força do Espírito Santo, somos chamados a viver a conversão pessoal, a leitura orante da Palavra de Deus, a vivência do Mistério Pascal, o testemunho profético, a vida de oração pessoal e comunitária, a valorização da família, a defesa da vida, o respeito às diferenças, sendo uma Igreja solidária, criativa, dinâmica, servidora, acolhedora e comprometida com os excluídos (as) de nossa sociedade, reverenciando a criação em vista da justiça e da paz. Promovendo um profundo e verdadeiro encontro com o Senhor, que nos renova e motiva para testemunhar os sinais do Reino de Deus no meio de nós.

Animados (as) por Jesus Cristo, juntos com o nosso Bispo, padres, religiosos, religiosas, leigos e leigas nos comprometemos a:

 

Anunciar Jesus Cristo, com a força do Espírito Santo, no caminho da Iniciação à Vida Cristã, conhecendo-O, amando-O e seguindo-O como discípulos missionários em comunidade de fé, à luz da Palavra de Deus, rumo à maturidade em Cristo. (cf. Ef 4, 13).

 

Diante do novo objetivo e das inquietações sentidas, as regiões puderam apresentar propostas para o trabalho catequético da Igreja do Xingu para os próximos cinco anos. E assim, reafirmamos como princípio norteador a centralidade da Palavra de Deus, e como prioridade o Processo de Iniciação à Vida Cristã. Tendo como pistas de ação a Catequese familiar e vivencial, e também a Formação continuada de discípulos missionários. Com base nisso, foi sugerido algumas atividades a serem feitas dentro de cada pista, como:

  1. CATEQUESE FAMILIAR E VIVENCIAL

  • Grupo de vizinhos;

  • Visita nas famílias, enfermos, pessoas afastadas em parceria com pastorais específicas;

  • Terço;

  • Grupo de reflexões de casais;

  • Encontro de catequizandos nas suas famílias (3 encontros na casa das famílias e 1 na comunidade);

  • Implantar encontro de casais com Cristo;

  • Catequese de intercambio entre turmas de catequese

  • Encontros paroquiais de catequese e prelatícios

  • Encontros de catequistas e catequizandos por região;

  • Retiros em preparação aos sacramentos;

  • Catequese orante com as famílias

  • Retiro para catequistas

  • Realizar um levantamento da realidade ecológica da comunidade para um trabalho de conscientização ambiental;

  • Ano Litúrgico tendo como foco a Páscoa; as entregas dos símbolos da fé na comunidade; a família.

2- FORMAÇÃO CONTINUADA DE DISCÍPULOS MISSIONÁRIOS

  • Bíblica, litúrgica, estudo dos documentos da Igreja (DNC,...), ano litúrgico;

  • Estudar o itinerário;

  • Criar Escola Bíblica Catequética paroquial e manter a prelatícia;

  • Estudo eclesiológico

  • Formação prelatícia (janeiro e julho) manter.

  • Estudos de temas específicos (catequese com portadores de necessidades especiais...)

  • Estudo do CEBI por região.

 

Na oportunidade escolhemos os representantes por região que formaram a nova coordenação:

Altamira: Marinalda de Almeida (coordenadora) e Sônia Maria Feitosa da Silva (1ª secretária)

Transoeste: Antônio Mariano Graciano (vice-coordenador) e Valdeci Bocaiuva da Paixão (1ª tesoureira)

Alto Xingu: Ivanete Santos Cunha (2ª tesoureira) e Divino Milton Alves (apoio)

Médio Xingu: Maria Ferreira Duarte (apoio)

Baixo Xingu: Edilson Amorim Costa (2ª secretário) e Ana Lígia Veiga (apoio)

Transleste: Roberto Martinelli da Silva (apoio)

 

Assessoria: Sacerdotal: Pe. Gilmar Dalcanale

Religiosa: Ir. Helena Accadrolli

Laical: Marlúcia de Jesus Alves


 

Encerrada a Assembleia, ficou a motivação para que a catequese caminhe rumo à formação de discípulos missionários nesta imensa Prelazia e a vontade de transformar a realidade deste povo que tem sede da Palavra de Deus.

Que Nossa Senhora de Nazaré interceda junto a Deus na vida de cada catequista dessa Prelazia.

Um abraço fraterno de todos os participantes da III Assembleia de Catequese.

 

 


 

Bethânia, 01 de fevereiro de 2015.