PARÓQUIAS

FaceBook  Twitter  

 

CPT Anapu

Rua Santa Luzia, 32

Anapu, PA

16 de junho de 2015

 

 

 

 

De 23 de julho até 26 de julho de 2015 haverá a 10ª Romaria da Floresta. Estamos marcando dez anos desta caminhada de memória, rebeldia, resistência, fé, celebração e esperança. Há dez anos nos 12 de fevereiro que Irmã Dorothy foi assassinada no PDS Esperança, Lote 55. Isso foi uma tentativa de acabar com o trabalho dela, a luta do povo para fixar os trabalhadores e trabalhadoras e suas famílias na terra rica deste Pará, a luta de preservar a floresta e os rios, a luta por uma nova maneira de viver com dignidade na terra em comunidade.

 

Mas naquele dia que enterramos Dorothy, ninguém aqui imaginava que estávamos a enterrando, mas estávamos plantando esta semente. E esta semente brotou. Vamos juntar nestes dias de julho para refletir como esta semente brotou. Já começamos aos 12 de fevereiro na celebração no Centro São Rafael, onde o túmulo da Dorothy está. Agora em julho vamos passar um dia lá, nos 22 de julho, partilhando nossas memórias, despertando esta memória eaprofundando o que esta memória significa para nós hoje.

 

Nos 23 de julho à tarde vamos sair em caminhada, rumo ao PDS Esperança. Vamos dormir nas comunidades São Pedro e depois Menino Jesus na Vila Santana e em fim chegar no barracão do PDS no sábado 25 de julho. Ao longo da caminhada vamos refletir a rebeldia do povo organizado lutando pela vida. Chegando no PDS vamos celebrar a ESPERANÇA. Para onde vamos? Como estamos chegando? Quais nossos sonhos? Como podemos nos apoiar nestes sonhos? O que eu tenho para ajudar? O que minha comunidade tem para ajudar? O que as comunidades no meu município têm para ajudar? E qual é a ajuda de que preciso? De que minha comunidade precisa? De que as comunidades em meu município precisam?

 

Tragam um jeito de partilhar suas lutas, suas vitórias, seus anseios, seus sonhos. Quais memórias inspiram vocês? Quais rebeldias de vocês que produziram frutos? Quais as esperanças que têm?

 

Tragam também, redes, cordas, lençol, barraquinhas, sapatos ou tênis bem confortáveis. Vamos caminhar 55 km. (Na volta vai ter transporte para todo mundo!)

 

Mais informação 91-3694-1416 (CPT/Casa das Irmãs); 91-3694-1339 (Paróquia Santa Luzia) ou por email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Estamos aguardando sua chegada! Um grande abraço, a Equipe Organizativa.

FaceBook  Twitter  

A Paróquia Imaculada Mãe dos Pobres celebrou seus 25 anos de missão no dia 10 de julho de 2016, com a presença de nosso novo bispo, Dom João Muniz Alves. A Data de ereção da Paróquia é dia 01 de julho de 1991, porém, aproveitando da ocasião da visita de nosso novo bispo, organizamos a celebração para alguns dias depois de completar os 25 anos.

A presença da Igreja na região se dá desde o início da década de 70, com a abertura da Rodovia Transamazônica e a chegada dos migrantes, vindos de todos os recantos do país. Comemoramos assim também os 45 anos de presença da Igreja na Transamazônica, Agrovilas e vicinais.

Tempo esse de muita esperança como também de dificuldades, dentre elas a ação da Igreja, com rara presença de padres e religiosos/as. O povo rezava e invocava os seus santos de devoção. Dom Eurico Krautler, bispo na época, era de uma presença serena e amiga, com um olhar confiante e sorriso acolhedor. Apoiava os poucos padres a visitar as Agrovilas, quando possível.

A primeira missa no km 100, na Agrovila Miguel Gustavo, aconteceu em 1972, com o casamento de Caetano e Maria das Dores, celebrada por padre Aldo, Xaveriano, no ano seguinte o padre Sávio, Xaveriano, veio celebrar novamente na mesma agrovila.

Dom Eurico, como bom pastor se preocupava com as famílias que iam chegando à região, foi então à Arquidiocese de Porto Alegre pedir auxílio de padres e religiosos/as para atender melhor à nova fronteira, no que foi atendido com o envio de irmãs, irmãos e padres para a Prelazia, tornando-se assim a Igreja Irmã do Xingu.

Altamira é a porta de entrada para os novos missionários e missionárias, onde já estavam as irmãs Adoradoras do Sangue de Cristo. Irmã Terezinha, desta Congregação acompanhava o padre Conrado nas visitas para Medicilândia, na época, km 90.

As Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã começaram sua missão aqui na região, por Altamira, no Bairro de Brasília, estendendo-se logo pela Transamazônica, no km 90, onde, fixaram morada, desde 1977, participando sempre da vida e missão deste povo, juntos na missão os estavam padres, Leo Pedro Schneider, Oscar Fur, Alírio Bervian, leigos/as, voluntários/as, seminaristas, dando continuidade ao anúncio do Evangelho de Jesus Cristo. Padre Alírio foi o primeiro a fixar morada no km 90.

A Paróquia foi erigida em 01 de julho de 1991, por Dom Erwin Krautler, sob a proteção de Imaculada Mãe dos Pobres, sendo o padre Carlos Alberto Garcia, seu primeiro pároco, auxiliado pelas irmãs, Ignez Wenzel, Catarina Buron, Maria das Neves Morais de Azevedo e Benedita Pereira de Melo; os leigos, Raimundo Rodrigues Xavier ( motorista), João Alberto Garcia, Mário José Henchen e a secretária Maria Divina Pereira de Melo. Hoje está sob os cuidados de Dom João Muniz Alves, Pe. Gilmar Dalcanale ( diocesano) , irmãs Maria Knet, Inês Fell, Benedita Pereira de Melo e as leigas Cristiane de Araújo Silva ( secretária) e Olga Gomes da Silva ( Zeladora).

Neste ano, 2016, completamos Bodas de Prata paroquial e celebramos todas as vitórias, dificuldades e conquistas, pois, nossa Paróquia continua crescendo sob a proteção de Maria e aos cuidados de seu Filho Jesus Cristo. Com o início do tríduo celebrativo dos 25 anos, no dia 08 de julho, recebemos a primeira visita de nosso novo pastor, Dom João que foi acolhido na comunidade São Judas Tadeu, no km 85 fx, por jovens e lideranças de comunidade, de onde seguimos em carreata até o salão Paroquial, onde mais jovens e lideranças de comunidades, pastorais e movimentos eclesiais o aguardavam.

Depois de uma série de homenagens de boas vindas, almoçamos e seguimos o roteiro de visitas às comunidades. A primeira missa presidida por Dom João na Paróquia foi na comunidade São João Batista do km 80 fx, ainda no dia 08 a noite, no dia 09, pela manhã celebrou na comunidade Monte Calvário, no km 70 Norte e pela tarde do mesmo dia, Inaugurou e dedicou a capela da comunidade São João Evangelista, no km 112 fx. No dia seguinte foi acolhido pelos jovens na comunidade Nossa Senhora das Graças do km 120 fx e a Noite do dia 10, às 19:30 h presidiu a missa dos 25 anos de missão da Paróquia Imaculada Mãe dos Pobres. Com grande presença da comunidade, seguindo-se de uma confraternização no barracão da Matriz, fruto da partilha de muitas comunidades e famílias. Os jovens foram um ponto forte nesta celebração de prata paroquial e primeira visita de nosso bispo Dom João que demonstra muita alegria, simplicidade e o dom da escuta.

Agradecemos a Dom Erwin, nosso bispo Emérito pela árdua missão realizada conosco. Deus lhe pague por tudo; pelos momentos de turbulências, mas, também de fé, encontro e esperança, sobretudo na celebração da Eucaristia, gesto de amor e partilha. “ Eu sei em quem acreditei”.

Somos gratos a todas as pessoas que ajudaram a semear, cuidar para que a semente brotasse e espalhasse seus ramos. Aos padres, irmãs, lideranças de todas as comunidades, pastorais e movimentos eclesiais. Vocês proporcionaram a festa. Nossos agradecimentos hoje e ao longo de nossa história. Muito obrigado.

Seguem fotos que registram este momento.

 

 

 

FaceBook  Twitter  

Foto da Irmã Doroty   11ª ROMARIA DA FLORESTA

    21 a 24 de julho de 2016 em Anapu – Pa

 

 

   Objetivos da Romaria:

 

» Celebrar e rezar pela vida, pela terra, pela floresta e pela luta.

» Celebrar a memória da vida da Irmã Dorothy e as nossas lutas!

» Celebrar as pessoas que têm dado sua vida na luta pela terra, pela paz e pelo sossego.

» Gritar todos e todas juntos por justiça: que as autoridades ajam em prol da VIDA, PAZ e JUSTIÇA

» Partilhar novas ideias, novos jeitos de olhar os problemas para construir novas saídas.

» Trocar experiências, dar força e coragem um ao outro, uma à outra para começar a viver agora aquilo que sonhamos: Mundo de Justiça, Paz e Amor.

 

   Memória:

Quem são eles?

- Hércules: um jovem de 17 anos, ocupante do Lote 46, assassinado na Praça de Anapu.

- Jesusmar: Pai de família, dono do Lavajato, dava apoio aos ocupantes do lote 83·

- Zé do Lapada: Ocupante do Lote 83, líder na organização do povo, pioneiro de Anapu.

- Ivanzinho: Parente de um ocupante do Lote 83, apoiava a ocupação.

- Cosme: Morador antigo do Surubim, falou que apoiava o povo ocupando lote 83.

 

O que todos tinham em comum?

A luta pela terra, luta pela vida, o desejo para paz e justiça e defesa dos companheiros e companheiras.

Eles irritavam os grandes pretensos donos de terras, que sempre querem mais terras.

Mataram estes cinco homens exatamente como eles mataram Irmã Dorothy. A luta é a mesma.
Tem outras pessoas que lutaram?

E nossos jovens assassinados, envolvidos em roubo de motos, de casas. Eles estão ganhando desta atividade? Quem ganha?

Como conseguir a verdadeira justiça? Comotirar nossos jovens destas atividades que leva à cadeia e morte para eles?

 

Queremos Justiça!

Até hoje não tem ninguém na cadeia para responder por estes crimes. As mortes continuam. Quantas pessoas têm sido assassinadas em Anapu desde janeiro de 2016?
Tem gente na cadeia para estes crimes?

 

Quando Irmã Dorothy foi assassinada, a justiça respondeu. Teve pessoas presas, julgadas e condenadas. O fato é que Regivaldo Pereira Galvão ainda está fora da cadeia, mas teve julgamentos. Nestes casos agora ninguém está preso, ninguém julgado, ninguém responsabilizado.

Nestas mortes de 2015 e 2016 só tem impunidade. Está quase se tornando normal de resolver suas queixas matando. É isso que queremos que nossos filhos e nossas filhas aprendam?

Houve uma passeata pela paz, houve um abaixo-assinado pedindo para as autoridades agirem. Mas até agora nada.

 

E daí?

Vem! Pense em novos jeitos de viver, novas linhas de ação!

 

Futebol para jovens e adolescentes:

Os pais vendo que drogas estavam circulando no campo dos homens, começaram um time de futebol para jovens e adolescentes, bem longe do campo dos homens.
O time é campeão.

 

Capoeira:

Jovens que estavam já começando a se envolver com drogas, grupos de roubo e furto, foram convidados de treinar na Capoeira. Eles estão trocando faixas, ganhando o respeito da comunidade toda.

 

O grupo de jovens:

Reúnem de 15 a 30 jovens toda semana para conversar sobre os problemas, estudar, brincar, trocar de experiências.

 

Quadrilha de Alto Bonito:

Uma avó convidou crianças para formar ensaiar quadrilha. Contagiou a vizinhança. Acampamento: Famílias acampadas na beira da estrada de terra para ocupar reuniram e formaram termos de Bem Viver entre eles para viver na Paz e segurança.

 

Quais outros exemplos que você está sabendo que mostram que já tem gente vivendo a Paz e Justiça e amor do qual sonhamos

 

LEITURAS DA BÍBLIA PARA ENRIQUECER A REFLEXÃO:

Apocalipse 6, 9-10
1 Reis 21, 1-24
João 6,1-15

2 Reis 4,1-7
Miqueias 3, 1-8

Atos dos Apóstolos 3,1-10

 

Escolham uma leitura cada vez nos encontros da comunidade.o.

Qual é a esperança a partir destas leituras? Qual é a força que nós encontramos nelas? Como praticar estas leituras hoje?

 

COMO SERÁ:

Concentração no Centro São Rafael ao meio dia no 21 de julho. Saída às 15hs.

Caminhada pela estrada da Santana e chegada no Lote 55, PDS Esperança no dia 23
de julho. Missa de Encerramento com Dom João, novo bispo do Xingu, na Cruz
onde Ir. Dórothy foi assassinada no dia 24 de julho pela manhã.

 

TRAGA: rede e cordas ou barraquinha, prato, colher, copo, tênis, sapatos ou
chinelos bem confortáveis!

Comunidades preparam: teatro, canto, poesia, dança, declarações, cartazes!

FaceBook  Twitter  

Durante os dias 14 a 21 de dezembro do ano de 2016, Dom João Muniz Alves, bispo do Xingu, fez sua segunda visita pastoral a Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Uruará.

 

O bispo chegou a cidade de Uruará por volta das 18 h do dia 14 e as 19:30 h do mesmo dia ele celebrou a santa missa e conferiu o sacramento da crisma a 11 jovens na comunidade São Pedro no km 175 Fax. No dia seguinte, D. João celebrou às 10 h, com o povo da comunidade Nossa Senhora Aparecida no Km 180 sul e abençoou a capela daquela comunidade, e à noite ele crismou 8 jovens na comunidade Jesus Bom Pastor no Km 190 Fax.

 

Entre os dias 16 e 18 foram os momentos fortes da visita do nosso bispo:

 

Pela manhã do dia 16, ele reuniu com o Conselho de Pastoral Paroquial (CPP) e a tarde foi um momento muito especial e esperado por todos, foi o primeiro encontro do nosso bispo com todos dirigentes e lideranças das comunidades da Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Uruará.

 

A tarde do dia 16, após ter sido devidamente apresentado pelo Pe. Jeová às lideranças das comunidades, o bispo fez a abertura da assembleia paroquial, seguido por uma fala de agradecimento e encorajamento aos dirigentes e ficou toda aquela tarde e noite ouvindo respondendo as perguntas da assembleia e atendendo as pessoas que lhe procuravam.

 

No dia 17 o bispo continuou participando da Assembleia paroquial, ouvindo a avaliação da caminhada pastoral do ano de 2016 e o planejamento para 2017. Na noite do mesmo dia ele celebrou e crismou na comunidade São Cristóvão na cidade. No dia 18 às 08 h, missa de encerramento da Assembleia na igreja Matriz, com a bênção de envio dos dirigentes e lideranças. E às 20 h houve a missa na igreja Matriz onde foram crismados quase 50 jovens e adultos. No dia 20 Dom João visitou mais duas comunidades uma nas zonas rural e outra na cidade onde houve a santa missa e celebração dos sacramentos do batismo, eucaristia, confirmação e matrimônio.

 

FaceBook  Twitter  

ROMEIROS E ROMEIRAS
CAMINHANDO EM
DEFESA DA VIDA, DA
TERRA E DA FLORESTA

Caminhada de Anapu até PDS Esperança, Lote 55 onde Irmã Dorothy foi assassinada, mas ela vive sempre, sempre, sempre na luta do povo.

 

9 ªRomaria da Floresta
Romeiros e Romeiras caminhando em defesa da Vida, da Terra e da Floresta!

 

Convidamos todos os membros das comunidades a se preparar para este momento especial em nossa caminhada em Anapu.

 

Lembramos que perdemos Irmã Dorothy na luta pela terra, pela floresta, pela vida e pela liberdade do povo. Caminhamos juntos para renovar nosso compromisso com este mesmo objetivo: lutar toda hora em toda maneira pela vida, pela terra e pela floresta convidamos cada um e uma das nossas comunidades a participar nesta caminhada, ou em oração e apoio na sua comunidade, ou na caminhada mesmo, partilhando nossas histórias, nossas lutas, nossas memórias, nossas esperanças e nossa coragem e animação.

 

Concentração no Centro São Rafael à tarde no dia 17 de julho. Caminhamos pela Estrada de Santana até o PDS Esperança ..
Mística de encerramento aos 20 de julho pela manhã na Cruz onde Ir. Dorothy tombou.

 

Volta a Anapu à tarde.

Não esqueça: rede, cordas, prato, colher e copo!

Prepare um jeito de partilhar suas descobertas, ideias, sugestões.

 

Venha! Participe! Faça parte! Celebre!

Subcategorias

Pe Vicente oferece reflexões catequéticas através encontros e dinâmicas de ensino

Padre Miguel faz reflexões diárias a partir da leitura da Palavra de Deus.

Breve histórico:

Nome completo: Michael Rohde, Missionário do Sangue de Cristo -CPPS
Nascido na Alemanha parte ocidental, na região Norte, interior de uma vila pequena localizada no meio entre Frankfurt e Hannover.
Entrou no seminário 1985, foi ordenado diácono 1992 e trabalhou um ano e meio numa paróquia na Baviera perto da fronteira com Áustria, 50 km distante de Salzburgo onde eu estudou.

Em1993 foi sua ordenação sacerdotal. Por dois anos trabalhou como vigário numa paróquia perto do Lago de Constância na fronteira com Suíça. De 1995 a 2000 trabalhou como formador e professor no Colégio da congregação na região de sua origem (5 km distante da casa de seus pais). Era o local onde passou seu tempo escolar. Tinha que cuidar dos jovens que ficavam internados e voltavam para suas famílias só no final da semana. Em 2000 fecharam esta parte do internato do colégio e assim ficou livre para vir para o Brasil. No ano 2000 cursou de língua Portuguesa no CENFI em Brasília. 2001 e 2002 trabalhou como vigário no Perpétuo Socorro e na Catedral na cidade de Altamira. 2002 até 20012 reitor do seminário de sua Congregação em Ananindeua. Desde então, voltou a trabalhar como pároco do Perpétuo Socorro em Altamira.