N. S. Perpétuo Socorro

16 de Julho 2014 – Nossa Senhora do Carmo

Leitura: Zc 2, 14-17

Evangelho: Mt 12, 46-50

 

Este dia comemora a entrega do escapulário ao geral da ordem carmelita por Nossa Senhora numa visão. Esta memoria está ligada com a herança espiritual do profeta Elias. O caminho do profeta Elias era uma busca continua de Deus e no silêncio de uma brisa no monte Horeb ele O encontrou. Somos convidados a ir também ao encontro de Deus e buscá-lo no silêncio do próprio coração e na escuta da palavra da vida.

15 de Julho 2014

Leitura: Is 7, 1-9

Evangelho: Mt 11, 20-24

 

A palavra de Deus nos chama a reconhecer os sinais do nosso tempo. Tudo que percebemos e sabemos depois nos comprometer. A história bíblica nos mostra quanto o ser humano tem dificuldades com isso. Acaz, o rei, não quer reconhecer e confiar no cuidado de Deus. Ele se deixa dominar pelo medo diante das nações inimigas. No tempo de Jesus as autoridades religiosas não querem reconhecer Jesus como Messias por medo de perder o próprio poder. – Nós somos hoje chamados a enxergar os sinais do nosso tempo e nos comprometer de novo com o projeto de Deus, projeto de um mundo novo e diferente, a nos comprometer com a vida.

14 de Julho 2014

Leitura: Is 1, 10-17

Evangelho: Mt 10,34 – 11,1

 

A palavra de Deus não é neutral. Ela não quer simplesmente confirmar a nossa conduta, mas sim provocar mudança. Ela quer nos inquietar para buscarmos de novo justiça e para procuramos compreender o projeto de Deus. Somos chamados a rever a nossa conduta sob a luz desta palavra de vida. Contemplamos hoje e meditamos o desafio que Deus nos coloca.

13 de Julho 2014

1ª Leitura: Is 55, 10-11

2ª Leitura: Rm 8, 18-23

Evangelho: Mt 13, 1-23

 

A palavra tem poder e a nossa língua tem capacidade de se tornar a mais perigosa arma que existe. Os textos bíblicos confirmam força e poder também para a palavra de Deus. Ela é como chuva que molha a terra e rega as plantas ou é como semente que começa brotar onde se encontra só um pouco de terra. Este domingo nos chama a respeitar mais e a confiar na palavra de Deus e cuidar melhor de nossas palavras para que elas não machucam e destroem vida.

12 de Julho 2014

Leitura: Is 6, 1-8

Evangelho: Mt 10, 24-33
 

“Não tenhais medo!” – A vocação do profeta Isaías começa com esta palavra e também os discípulos de Jesus são enviados assim. Nós também somos chamados a vencer nossos medos e testemunhar com confiança e alegria a presença do nosso DEUS no dia a dia. ELE nos conhece tão bem que sabe até a quantidade dos nossos cabelos. Deus está perto de nós e por isso de que precisamos temer?

11 de Julho 2014 - São Bento (Abade e Pai dos Monges)

Leitura: Os 14, 2-10

Evangelho: Mt 10, 16-23

 

O amor não conhece defesa. Deus não castiga seu povo desviado, mas chama com carinho. Jesus envia seus discípulos como “ovelhas no meio dos lobos”. Importante são para nós a perseverança e prudência para não sair do caminho da paz. O abade Bento nos dá hoje um exemplo destas atitudes. Somos convidados a seguir.

10 de Julho 2014

Leitura: Os 11, 1-4.8-9

Evangelho: Mt 10, 7-15

 

Deus ama seu povo deste o início e nunca parou sua paixão. O profeta nos apresenta este amor com a imagem de uma mãe que cuida de seu bebê. Como ela cuida e ensina-o com carinho também Deus cuida de nós. Viver e permanecer neste amor significa a realização do Reino de Deus. Somos chamados e passar o amor de Deus que recebemos para o nosso próximo.

08 de Julho 2014

Leitura: Os 8, 4-7.11-13

Evangelho: Mt 9, 32-38

 

O nosso agir está sempre dirigido a segurar a nossa vida. Procuramos ganhar o que precisamos para viver e providenciar para o nosso futuro. Procuramos segurar nosso estado e posições reconhecidas. – Aqui entra o lamento de Deus apresentado pelo profeta Oseias. Colocamos a nossa esperança sempre de novo em “poderes” perecíveis em vez de buscar o projeto de Deus. Este projeto o Cristo Jesus nos apresenta com mais clareza. O projeto de Deus é uma vida de benevolência e de união. Onde há união e comunhão entre nós todo mal será vencido e a realidade do Reino de Deus, a vida em paz e plenitude vai se estabelecer.

09 de Julho 2014

Leitura: Os 10, 1-3.7-8.12

Evangelho: Mt 10, 1-7

 

Leitura e evangelho deste dia tocam no mesmo assunto. Como seres humanos estamos sempre em tentação de criar ídolos e produzir os nossos próprios deuses. Eles nascem da nossa ansiedade ou do nosso medo. Assim se criam símbolos de sorte ou de poder para nos assegurar no nosso caminho. O profeta Oseias chama o povo para voltar e procurar a Deus mesmo e a praticar a justiça e a paz. Jesus envia seus apóstolos para libertar as pessoas destas superstições e destes “demônios”. Tudo isso continua hoje nos nossos dias. Deus quer nos libertar do domínio das nossas ideias de progresso ou poder, do nosso apego a coisas perecíveis. “É tempo de procurar o Senhor, até que ele venha e derrame a justiça em vós!”

07 de Julho 2014

Leitura: Os 2, 16-18.21-22

Evangelho: Mt 9, 18-26

 

A história de Deus com seu povo é uma história de amor e não de dominação. Assim fala o profeta Oseias. Hoje ele questiona a nossa imagem de Deus. Quem é ELE para mim? Que lugar estou dando para ELE no meu dia a dia? – Jesus confirma o profeta. Ele, estando no meio do povo e mudando momentos de sofrimento em momentos de paz e de alegria. “Coragem! Tua fé te salvou!” – Fé não é uma teoria de verdades, mas a atitude de se segurar acreditando neste Deus que ama e que deseja me hoje viver.