FaceBook  Twitter  

afirma bispo do Xingu durante festa em Brasil Novo
Muitas centenas de pessoas participaram da festa de Corpo de Deus na Paróquia em Brasil Novo PA, Prelazia do Xingu, dedicada ao Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo. A concentração ocorreu às 9 horas, na Transamazônica, quando foi lembrado o processo violento de construção dessa rodovia, desde a matança dos indígenas até as pessoas que morrem hoje, vítimas de acidentes. Foi lembrado também o aumento da violência contra crianças e adolescentes em Brasil Novo como reflexo da implantação da barragem de Belo Monte.
 
A celebração da Eucaristia, que veio acontecendo durante a procissão, reuniu todo o povo na Quadra Poliesportiva da Paróquia, que ficou lotada.
Durante a homilia, d. Erwin, bispo do Xingu, afirmou que os agradecimentos a Deus não podem esquecer a paixão de Jesus Cristo e de tantos que vivem hoje ainda crucificados: indígenas, colonos e tantos outros que são hoje expulsos de suas terras.
 
Lembrando a Copa, argumentou que se gastam milhões com estádios, alguns dos quais serão elefantes brancos, enquanto políticas públicas elementares (saúde, educação, transporte) são muito precárias. E disse que podemos torcer para o Brasil ser hexacampeão, mas precisamos mesmo é trabalhar para o ‘Brasil ser campeão em Direito Humano.
Além de d. Erwin, estavam presentes os padres Alírio – Área Pastoral do Assurini, Gilmar – Medicilândia, Claret e Geraldo – Brasil Novo e o Diácono Romildo – Anapu.
 
No dia 26 de julho, novamente as comunidades da Paróquia Corpo e Sangue de Cristo vão se reunir para a ordenação sacerdotal dos diáconos Romildo – filho de Brasil Novo e Hortêncio, natural de Medicilância.
Por Antonio Claret Fernandes.