Artigos

Texto de: Danyllo da Pastoral da Juventude do Xingu

 

A Paróquia Santa Luzia do Anapu no Estado do Pará, desde 2006 realiza a Romaria da Floresta. Uma caminhada na fé, oração e esperança com uma peregrinação de mais de 50 km, Ela inicia no Centro de Formação São Rafael localizado no centro da cidade e vai até o local onde Ir. Dorothy Stang, religiosa, missionária, representante da Comissão Pastoral da Terra(CPT) foi assassinada por pistoleiros. Os mandantes poderosos que por meio de grilagem se apossavam de terras públicas. O motivo de tal ato brutal foi porque ela estava junto dos agricultores organizando-os na luta por justiça e na busca de seus direitos junto as autoridades competentes e com bases legais.

 

Esse ano a Romaria da Floresta realizou-se de 20 a 23 de julho de 2017, com a mistica de início de caminhada com a presença de Dom João Muniz Alves, bispo do Xingu.

 

 

Entre muitas frases ditas por Ir Dorothy uma ecoa forte em nosso meio e por todos os continentes “A morte da floresta é o fim de nossas vidas. E assim como Dorothy, consideramos que esse modelo de desenvolvimento que se baseia somente no lucro, como: destruidor da natureza, concentrador de riquezas, opressor dos indefesos, explorador dos pobres e excluídos, repressor de direitos e ceifador de vidas, ele não condiz com o projeto de sociedade que o Cristo queria.

 

Caminhamos, rezamos em romaria e continuamos lutando, porque consideramos justa a resistência popular pelo direito dos que não conseguem se defender, e são silenciados com ameaças covardes. A Igreja do Xingu acolhe estes pequeninos em seu lar, sentindo suas dores e lutando para que tenham o direito a vida, a terra, a justiça, a paz.

 

 

Lembramos que em tempos de retrocessos com o avanço do “modo conservador de governar” a política brasileira tem sido ocupada e encabeçada por grupos e figuras que se utilizam do poder para implantar projetos e aprovar políticas que visam a manutenção de seus privilégios, retirando recursos e direitos básicos e inalienáveis do povo.

 

Nós, povo brasileiro, juventude e sociedade organizada precisamos ter clareza do que se passa, para nos posicionarmos junto as trincheiras dos que estão lutando em defesa da democracia e da vida, exercendo sua cidadania de maneira consciente e responsável. Precisamos se bons de oração e de luta!

 

 

Esse ano os organizadores da Romaria da Floresta contaram com a ajuda da Pastoral da Juventude do Xingu (PJX) que colocou em seu calendário anual a participação ativa e efetiva da juventude nesse momento de fé, de consciência e de resistência com a presença de 150 jovens, totalizando mais de 350 romeiros e romeiras a caminharem na fé e na defesa da vida por quatro dias fortes e firmes em seu compromisso de fé e de missão no solo sagrado do Xingu. O encerramento da caminhada finalizou com a celebração da Santa Eucaristia presidida por Dom Erwin Krautler, bispo emérito do Xingu.

 

 

A Pastoral da Juventude do Xingu e toda a equipe organizadora da Paróquia Santa Luzia agradece de coração a todos e todas que se disponibilizaram em sair do conforto de suas casas para vivenciar a experiência da Romaria da Floresta, que a cada ano se amplia e se faz necessária como grito de esperança e profecia. A Romaria não é um simples evento, mas um processo que se consolida em um momento de reflexão sobre o modelo de desenvolvimento, de sociedade, de Igreja, de ser humano firmes na fé e na justiça que buscamos e queremos alcançar inciando já aqui o Reino de Deus.

 

Lembramos que não foram apenas 4 dias fora de casa, caminhando, mas 4 dias de troca de experiências, de diálogos e de articulações e de ideias construindo caminhos de vida. Momentos também fortes de denúncias, de reflexões, de memórias de nossa história e de nossos mártires, onde se visualiza e se sente o eco das emoções, das lamentações, da indignação do Povo de Deus, mas também é um momento de muita animação com canções, paródias, músicas, adorações, gritos e orações. Ao mesmo tempo se partilha e se compadece com as dores, com os cansaços, com as lágrimas e com as misticas que nos fazem compreender o sentido profundo do companheirismo, da fraternidade e da solidariedade entre irmãos forjadas na luta. Tudo isto surge a partir do respeito, carinho e consideração que nos faz superar todos os limites, ao mesmo tempo que passam a fortalecer a caminhada do povo de Deus, porque tudo está interligado.

 

Romaria da Floresta é VIDA!

Caminhada de fé e vida dos romeiros, isto é ESPERANÇA!

Dorothy vive para SEMPRE!!!!

Povo do XINGU e Pastoral da Juventude PRESENTE SEMPRE!

Louvado seja nosso Senhor!!!

Anapu, Pará – 11 de junho de 2013

 

No ano 2011, o governo municipal de Anapu assinou um TAC com o Ministério Público Federal se comprometendo a fazer diminuir o desmatamento ilegal no município. Este acordo não foi cumprido. Terminou Anapu sendo uma sede para a Operação Onda Verde de IBAMA. Uma das exigências do TAC foi 80% dos agricultores do município cadastrados no CAR para poder fazer roça de forma legal.