Pão para a vida

Padre Miguel faz reflexões diárias a partir da leitura da Palavra de Deus.

Breve histórico:

Nome completo: Michael Rohde, Missionário do Sangue de Cristo -CPPS
Nascido na Alemanha parte ocidental, na região Norte, interior de uma vila pequena localizada no meio entre Frankfurt e Hannover.
Entrou no seminário 1985, foi ordenado diácono 1992 e trabalhou um ano e meio numa paróquia na Baviera perto da fronteira com Áustria, 50 km distante de Salzburgo onde eu estudou.

Em1993 foi sua ordenação sacerdotal. Por dois anos trabalhou como vigário numa paróquia perto do Lago de Constância na fronteira com Suíça. De 1995 a 2000 trabalhou como formador e professor no Colégio da congregação na região de sua origem (5 km distante da casa de seus pais). Era o local onde passou seu tempo escolar. Tinha que cuidar dos jovens que ficavam internados e voltavam para suas famílias só no final da semana. Em 2000 fecharam esta parte do internato do colégio e assim ficou livre para vir para o Brasil. No ano 2000 cursou de língua Portuguesa no CENFI em Brasília. 2001 e 2002 trabalhou como vigário no Perpétuo Socorro e na Catedral na cidade de Altamira. 2002 até 20012 reitor do seminário de sua Congregação em Ananindeua. Desde então, voltou a trabalhar como pároco do Perpétuo Socorro em Altamira.

01 de Março 2013

Leitura: Gn 37, 3-4.12-13.17-28

Evangelho: Mt 21, 33-43.45-46

O desejo de ter ou possuir o que é do outro – os irmãos de José querem se apoderar do amor que ele está recebendo do seu idoso pai Israel. Na Parábola que Mateus apresenta os vinhateiros procuram se apoderar de uma vinha matando o filho e herdeiro do proprietário. Esta atitude humana causou na história e causa também hoje uma corrente do mal, de corrupção e violência. Os textos de hoje nos falam que Deus inicia a partir desta situação humana algo novo. José se torna uma peça importante no resgate e na constituição do povo de Israel. Jesus mesmo quebra as correntes do mal para sempre entregando-se a si mesmo e sofrendo a morte na cruz. Hoje somos nós chamados a caminhar nos passos de Jesus e quebrar a corrente do mal através da nossa dedicação a favor do outro e vencendo estes sentimentos de inveja e ganância.  

31 de Março 2013 – Ressurreição do Senhor

1ª Leitura: At 10, 34.37-43

2ª Leitura: Cl 3, 1-4

Evangelho: Jo 20, 1-9

O Cristo ressuscitou, Ele ressuscitou de verdade!

O Cristo ressuscitou, mas não de uma forma que automaticamente convence todo mundo e obriga todos a acreditar. São testemunhas que confirmam a ressurreição continuando as denúncias proféticas de Jesus e fazendo o bem como Ele. Estas testemunhas perderam o medo da morte nas suas multiplicas formas. Experimentando o amor de Deus Pai que chama o Filho do túmulo para a vida, eles criaram a coragem de viver como Ele, o mestre. “Nós todos somos testemunhas de tudo isso”, diz Pedro. Ele não está mais na sepultura, Ele está vivo. A nossa morte é vencida pela ressurreição do Cristo. A nossa vida, o nosso agir e falar deve se tornar testemunho disso.

Para todos uma feliz e abençoada Páscoa!

(Ilustração Alberto Vagner 10 anos)