Pão para a vida

Padre Miguel faz reflexões diárias a partir da leitura da Palavra de Deus.

Breve histórico:

Nome completo: Michael Rohde, Missionário do Sangue de Cristo -CPPS
Nascido na Alemanha parte ocidental, na região Norte, interior de uma vila pequena localizada no meio entre Frankfurt e Hannover.
Entrou no seminário 1985, foi ordenado diácono 1992 e trabalhou um ano e meio numa paróquia na Baviera perto da fronteira com Áustria, 50 km distante de Salzburgo onde eu estudou.

Em1993 foi sua ordenação sacerdotal. Por dois anos trabalhou como vigário numa paróquia perto do Lago de Constância na fronteira com Suíça. De 1995 a 2000 trabalhou como formador e professor no Colégio da congregação na região de sua origem (5 km distante da casa de seus pais). Era o local onde passou seu tempo escolar. Tinha que cuidar dos jovens que ficavam internados e voltavam para suas famílias só no final da semana. Em 2000 fecharam esta parte do internato do colégio e assim ficou livre para vir para o Brasil. No ano 2000 cursou de língua Portuguesa no CENFI em Brasília. 2001 e 2002 trabalhou como vigário no Perpétuo Socorro e na Catedral na cidade de Altamira. 2002 até 20012 reitor do seminário de sua Congregação em Ananindeua. Desde então, voltou a trabalhar como pároco do Perpétuo Socorro em Altamira.

FaceBook  Twitter  

21 de Julho 2014

Leitura: Mq 6, 1-4.6-8

Evangelho: Mt 12, 38-42

 

Deus está na disputa com o seu povo. ELE está em disputa hoje conosco. A nossa atitude religiosa tem a tendência a procurar merecer graça e exigir que Deus se manifeste para podermos acreditar. A lei divina está baseada na nossa razão e prudência. Faz bem para nós promover vida, faz bem para nós praticar o perdão e a misericórdia. A nossa maneira de viver leva a ganhar para ter, o projeto de Deus nos chama para cultivar e aumentar o nosso ser. Precisamos apenas seguir à nossa prudência e deixar a nossa ansiedade de ganhar e ter.

FaceBook  Twitter  

20 de Julho 2014

1ª Leitura:Sb 12, 13.16-19

2ª Leitura: Rm 8, 26-27

Evangelho: Mt 13, 24-43

 

Deus envolve seu povo numa esperança confortadora e na paz (livro da Sabedoria) e ELE vem apoiar a fraqueza humana com SEU Espírito Santo (carta de São Paulo aos Romanos). A paciência e clemência de Deus abrem espaço para que nossa vida possa ser desenvolvida. As parábolas que Jesus conta confirmam isto. O joio pode crescer no meio do trigo e a menor semente da mostarda tem tempo para crescer e se desenvolver para uma árvore grande. O tempo da nossa vida é oportunidade para fazer o bem crescer e a ser mais coerente com o projeto de Deus. Cuidamos bem do nosso tempo de vida.

FaceBook  Twitter  

19 de Julho 2014

Leitura: Mq 2, 1-5

Evangelho: Mt 12, 14-21

 

Os profetas do Antigo Testamento não se cansaram de falar de um Deus que por amor vai cuidar do seu povo e vai tirá-lo do sofrimento e da injustiça. Jesus está se referindo a estes anúncios e ele mostra que é a força salvadora de Deus: o carinho e o cuidado. Jesus vivendo no Espírito de Deus realiza este carinho curando e consolando no meio do povo. Banhados neste Espírito Santo no nosso batismo e confirmados no crisma somos nós chamados a viver o carinho de Deus hoje no nosso dia a dia. Deus não age violento e castigando quem está errado ou fora, ELE quer acarinhar as pessoas através de nós para salvar e encaminhar o novo mundo prometido.

 

FaceBook  Twitter  

18 de Julho 2014

Leitura: Is 38, 1-6.21-22.7-8

Evangelho: Mt 12, 1-8

 

Deus é um Deus de vida. O Profeta Isaias apresenta a história do rei Ezequias. No meio das tribulações da guerra com os Assírios ele encontra a graça e clemência de Deus por causa da sua oração confiante. Jesus confirma esta mensagem que Deus promove a vida. Quem cria morte e sofrimento é o ser humano. Este dia nos convida a conversão para uma vida que promova o bem e paz do nosso próximo para encontrarmos nós mesmos também a paz.

FaceBook  Twitter  

17 de Julho 2014

Leitura: Is 26, 7-9.12.16-19

Evangelho: Mt 11, 28-30

 

Não existe vida sem dificuldades e sofrimentos. São as nossas limitações que causam dores e decepções. Os textos bíblicos de hoje nos trazem o convite de Deus a buscar a paz. Não querendo aceitar o lado doloroso e difícil da nossa vida jogamos nosso sofrimentos facilmente em cima de outros. Assim aumentamos a dor e a vida fica mais dura ainda. Deus nos convida em Jesus a assumir um novo estilo de vida e uma nova perspectiva para a nossa existência. A criação é como o processo de um parto – doloroso, mas com a perspectiva de vida. Confiando no projeto de vida de Deus a dor perde sua força destrutiva. Vivendo como Jesus na humildade encontramos a paz e a vida não é mais um fardo insuportável.

FaceBook  Twitter  

16 de Julho 2014 – Nossa Senhora do Carmo

Leitura: Zc 2, 14-17

Evangelho: Mt 12, 46-50

 

Este dia comemora a entrega do escapulário ao geral da ordem carmelita por Nossa Senhora numa visão. Esta memoria está ligada com a herança espiritual do profeta Elias. O caminho do profeta Elias era uma busca continua de Deus e no silêncio de uma brisa no monte Horeb ele O encontrou. Somos convidados a ir também ao encontro de Deus e buscá-lo no silêncio do próprio coração e na escuta da palavra da vida.

FaceBook  Twitter  

15 de Julho 2014

Leitura: Is 7, 1-9

Evangelho: Mt 11, 20-24

 

A palavra de Deus nos chama a reconhecer os sinais do nosso tempo. Tudo que percebemos e sabemos depois nos comprometer. A história bíblica nos mostra quanto o ser humano tem dificuldades com isso. Acaz, o rei, não quer reconhecer e confiar no cuidado de Deus. Ele se deixa dominar pelo medo diante das nações inimigas. No tempo de Jesus as autoridades religiosas não querem reconhecer Jesus como Messias por medo de perder o próprio poder. – Nós somos hoje chamados a enxergar os sinais do nosso tempo e nos comprometer de novo com o projeto de Deus, projeto de um mundo novo e diferente, a nos comprometer com a vida.

FaceBook  Twitter  

13 de Julho 2014

1ª Leitura: Is 55, 10-11

2ª Leitura: Rm 8, 18-23

Evangelho: Mt 13, 1-23

 

A palavra tem poder e a nossa língua tem capacidade de se tornar a mais perigosa arma que existe. Os textos bíblicos confirmam força e poder também para a palavra de Deus. Ela é como chuva que molha a terra e rega as plantas ou é como semente que começa brotar onde se encontra só um pouco de terra. Este domingo nos chama a respeitar mais e a confiar na palavra de Deus e cuidar melhor de nossas palavras para que elas não machucam e destroem vida.

FaceBook  Twitter  

14 de Julho 2014

Leitura: Is 1, 10-17

Evangelho: Mt 10,34 – 11,1

 

A palavra de Deus não é neutral. Ela não quer simplesmente confirmar a nossa conduta, mas sim provocar mudança. Ela quer nos inquietar para buscarmos de novo justiça e para procuramos compreender o projeto de Deus. Somos chamados a rever a nossa conduta sob a luz desta palavra de vida. Contemplamos hoje e meditamos o desafio que Deus nos coloca.

FaceBook  Twitter  

12 de Julho 2014

Leitura: Is 6, 1-8

Evangelho: Mt 10, 24-33
 

“Não tenhais medo!” – A vocação do profeta Isaías começa com esta palavra e também os discípulos de Jesus são enviados assim. Nós também somos chamados a vencer nossos medos e testemunhar com confiança e alegria a presença do nosso DEUS no dia a dia. ELE nos conhece tão bem que sabe até a quantidade dos nossos cabelos. Deus está perto de nós e por isso de que precisamos temer?