Nossa Senhora Imaculada Mãe dos Pobres

 

Servir a exemplo do Bom Pastor.

 

O dia 14 de janeiro de 2018, domingo do Senhor, tornou-se um presente especial ao povo de Deus da Prelazia do Xingu, em especial o povo amado de Medicilândia que foi agraciado pela chegada e posse do novo Pároco: Pe. João Carlos Andrade da Silveira, padre da Igreja irmã Arquidiocese de Porto Alegre que está em missão de ajudar a evangelização de nossa Igreja local.

Pe. João Carlos ou simplesmente Pe. Joca chegou a nossa Prelazia no dia 2 de janeiro de 2018. Os primeiros dias conviveu com os padres, as religiosas e as/os leigas/os de nossa igreja em Altamira conhecendo um pouco de nossa história e caminhada missionária, como também, um pouco da caminhada missionária da paróquia que lhe foi destinada; visitou os seminaristas no Seminário Propedêutico São João Maria Vianney; visitou a Paróquia São Francisco Xavier (Senador José Porfírio-Pará). Um bom tempo de escuta e convivência.

Pe. João Carlos, pertencente a Arquidiocese de Porto Alegre, Igreja Irmã que tem nos ajudado no campo da evangelização desde 1973 com envio de padres, religiosas, religiosos, leigos, leigas e seminaristas, é original de Cachoeirinha-RS, nascido em 26 de junho de 1964. Cursou Engenharia Mecânica, formado em Filosofia, Teologia, Pós-Graduação em Psicopedagogia, especialização em Espiritualidade e Mestrado em Teologia, ordenado sacerdote em 18 de novembro de 1995 na Paróquia São Vicente de Paula. Como padre atuou na Paróquia nossa Senhora da Conceição – Viamão-RS, Diretor Espiritual no seminário Menor São José – Gravataí-RS; Pároco de Três Forquilhas e Morro Azul-Diocese de Osório-RS, diretor espiritual do Propedêutico – Gravataí-RS; Pároco de São Vicente Pai dos Pobres – Gravataí – RS; Padre Fidei Donum do Projeto Igreja Solidário CNBB Sul III em Nampula – Moçambique / África; Pároco da Paróquia São Luiz Gonzaga- Canoas – RS; Pároco da Paróquia Santo Inácio – Esteio – RS.

A POSSE

Dom João Muniz Alves, presidiu a celebração Eucarística na qual o Pe. João Carlos Silveira de Andrade tomou posse como Pároco da Paróquia Imaculada Mãe dos Pobres. A Celebração contou com a presença de padres, seminaristas da Prelazia do Xingu, seminarista da arquidiocese do o Rio de Janeiro, religiosas e o povo amado de Medicilândia – PA.

Estiveram também presentes na celebração Pe. João Bosco (Chanceler), Pe. Waldemar Pimentel Filho (Pároco da Paróquia Imaculada Conceição), Pe. Romildo Mauricio da Silva (Padre acompanhante dos seminaristas Seminário Maior – Santarém).

O rito de posse iniciou com a Acolhida da comunidade ao bispo e ao novo Pároco, logo após ocorreu a leitura das Provisões e a Renovação das Promessas Sacerdotais do Padre João Carlos Andrade da Silveira. Antes da Proclamação do Evangelho, Pe. João recebeu das mãos de Dom Dom João Muniz Alves, OFM o Evangeliário, como sinal do compromisso que o novo Pároco tem com a transmissão da alegria da Boa Nova de Jesus Cristo.

A homilia realizada por Pe. João Carlos destacou uma breve apresentação de seu testemunho de fé e vida no sacerdócio e reforçou as leituras do dia refletindo sobre quatro atitudes que assume junto ao povo do Xingu, sendo fiel a Santa Igreja e a Cristo: SABER OUVIR, escutar a todos, CONVIVER, vivenciar a vida com o povo; DIZER A VERDADE, não sua própria verdade, mas a do Evangelho. E dizer a verdade doa a quem doer, quando se faz necessário e, VOLTAR-SE AOS FRAGILIZADOS, atender os menos favorecidos da paróquia numa caminhada sempre junto com o povo. Agradeceu a dedicação dos padres antecessores, das religiosas e de todos os leigos e leigas que cuidaram e se disponibilizaram a cuidar da paróquia até sua chegada. E conta com o apoio, disponibilidade e dedicação de todos para continuar a missão. Pede aos Senhor que lhe dê saúde para servir a este novo povo que lhe foi confiado. E que rezemos por ele.

Após feita a profissão de fé e o juramento de fidelidade, Dom João Muniz Alves, OFM passou ao Novo Pároco as chaves da Igreja, com a qual foi realizado a abertura simbólica das portas do templo. Na sequência, o padre recebeu o batistério, a estola roxa e as chaves do sacrário, no comprometimento com os Sacramentos do Batismo, Reconciliação e Eucaristia.

Ao fim da celebração membros da Paróquia acolheram o Pároco na comunidade com uma belíssima mensagem proclamada por uma leiga. Por fim, Dom João lhe abençoou e como novo pároco deu a bênção final aos fiéis.

Ao término da celebração a comunidade fez uma confraternização no Salão Paroquial.

 

MOMENTOS MARCANTES:

Pe. João Carlos com 22 anos de sacerdócio tornou-se pároco da Paróquia Imaculada Mães dos Pobres. Esse dia marcou a nossa caminhada pastoral e missionária como Igreja do Xingu e com certeza a vida de Pe. João Carlos devido ao momento forte de fé, espiritualidade e benção de Deus e a presença protetora de Nossa Senhora ao novo pároco e ao povo amado de Medicilândia.

Ele foi conduzido por Dom João Muniz Alves, OFM, bispo do Xingu à Medicilândia, adentrando o território geográfico do município às 17 h:35 min e chegou às 18 h, hora do Angelus, na cidade de Medicilândia que tem como padroeira Nossa Senhora Imaculada Conceição (Paróquia Imaculada Mãe dos Pobres – MED/PA) foi recepcionado por alguns paroquianos, seminaristas e padres na paróquia, depois acolhido na casa das Irmãs Franciscanas de Penitência e Caridade Cristã e as 19:30 recebe numa abençoada celebração eucarística a posse na presença do povo amado de Medicilândia.

As palavras dos Pe. João Carlos na celebração: saber ouvir, conviver e dizer a verdade vinda do Senhor, sem jamais deixar de cuidar e atender os fragilizados pela dor, sofrimento e exclusão, reafirmam o que seu lema sacerdotal expressa: “Servir a exemplo do Bom Pastor” e soma-se a caminhada missionária do Xingu, uma Igreja que se faz serviço em defesa da vida!!

Louvado seja nosso Senhor, pelo gesto de amor da Arquidiocese de Porto Alegre para com o povo de Deus do Xingu!

Seja bem-vindo, João Carlos Andrade da Silveira!

Texto: Dorismeire. Fotos: Zezinho (José Carmina)

A Paróquia Imaculada Mãe dos Pobres celebrou seus 25 anos de missão no dia 10 de julho de 2016, com a presença de nosso novo bispo, Dom João Muniz Alves. A Data de ereção da Paróquia é dia 01 de julho de 1991, porém, aproveitando da ocasião da visita de nosso novo bispo, organizamos a celebração para alguns dias depois de completar os 25 anos.

A presença da Igreja na região se dá desde o início da década de 70, com a abertura da Rodovia Transamazônica e a chegada dos migrantes, vindos de todos os recantos do país. Comemoramos assim também os 45 anos de presença da Igreja na Transamazônica, Agrovilas e vicinais.

Tempo esse de muita esperança como também de dificuldades, dentre elas a ação da Igreja, com rara presença de padres e religiosos/as. O povo rezava e invocava os seus santos de devoção. Dom Eurico Krautler, bispo na época, era de uma presença serena e amiga, com um olhar confiante e sorriso acolhedor. Apoiava os poucos padres a visitar as Agrovilas, quando possível.

A primeira missa no km 100, na Agrovila Miguel Gustavo, aconteceu em 1972, com o casamento de Caetano e Maria das Dores, celebrada por padre Aldo, Xaveriano, no ano seguinte o padre Sávio, Xaveriano, veio celebrar novamente na mesma agrovila.

Dom Eurico, como bom pastor se preocupava com as famílias que iam chegando à região, foi então à Arquidiocese de Porto Alegre pedir auxílio de padres e religiosos/as para atender melhor à nova fronteira, no que foi atendido com o envio de irmãs, irmãos e padres para a Prelazia, tornando-se assim a Igreja Irmã do Xingu.

Altamira é a porta de entrada para os novos missionários e missionárias, onde já estavam as irmãs Adoradoras do Sangue de Cristo. Irmã Terezinha, desta Congregação acompanhava o padre Conrado nas visitas para Medicilândia, na época, km 90.

As Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã começaram sua missão aqui na região, por Altamira, no Bairro de Brasília, estendendo-se logo pela Transamazônica, no km 90, onde, fixaram morada, desde 1977, participando sempre da vida e missão deste povo, juntos na missão os estavam padres, Leo Pedro Schneider, Oscar Fur, Alírio Bervian, leigos/as, voluntários/as, seminaristas, dando continuidade ao anúncio do Evangelho de Jesus Cristo. Padre Alírio foi o primeiro a fixar morada no km 90.

A Paróquia foi erigida em 01 de julho de 1991, por Dom Erwin Krautler, sob a proteção de Imaculada Mãe dos Pobres, sendo o padre Carlos Alberto Garcia, seu primeiro pároco, auxiliado pelas irmãs, Ignez Wenzel, Catarina Buron, Maria das Neves Morais de Azevedo e Benedita Pereira de Melo; os leigos, Raimundo Rodrigues Xavier ( motorista), João Alberto Garcia, Mário José Henchen e a secretária Maria Divina Pereira de Melo. Hoje está sob os cuidados de Dom João Muniz Alves, Pe. Gilmar Dalcanale ( diocesano) , irmãs Maria Knet, Inês Fell, Benedita Pereira de Melo e as leigas Cristiane de Araújo Silva ( secretária) e Olga Gomes da Silva ( Zeladora).

Neste ano, 2016, completamos Bodas de Prata paroquial e celebramos todas as vitórias, dificuldades e conquistas, pois, nossa Paróquia continua crescendo sob a proteção de Maria e aos cuidados de seu Filho Jesus Cristo. Com o início do tríduo celebrativo dos 25 anos, no dia 08 de julho, recebemos a primeira visita de nosso novo pastor, Dom João que foi acolhido na comunidade São Judas Tadeu, no km 85 fx, por jovens e lideranças de comunidade, de onde seguimos em carreata até o salão Paroquial, onde mais jovens e lideranças de comunidades, pastorais e movimentos eclesiais o aguardavam.

Depois de uma série de homenagens de boas vindas, almoçamos e seguimos o roteiro de visitas às comunidades. A primeira missa presidida por Dom João na Paróquia foi na comunidade São João Batista do km 80 fx, ainda no dia 08 a noite, no dia 09, pela manhã celebrou na comunidade Monte Calvário, no km 70 Norte e pela tarde do mesmo dia, Inaugurou e dedicou a capela da comunidade São João Evangelista, no km 112 fx. No dia seguinte foi acolhido pelos jovens na comunidade Nossa Senhora das Graças do km 120 fx e a Noite do dia 10, às 19:30 h presidiu a missa dos 25 anos de missão da Paróquia Imaculada Mãe dos Pobres. Com grande presença da comunidade, seguindo-se de uma confraternização no barracão da Matriz, fruto da partilha de muitas comunidades e famílias. Os jovens foram um ponto forte nesta celebração de prata paroquial e primeira visita de nosso bispo Dom João que demonstra muita alegria, simplicidade e o dom da escuta.

Agradecemos a Dom Erwin, nosso bispo Emérito pela árdua missão realizada conosco. Deus lhe pague por tudo; pelos momentos de turbulências, mas, também de fé, encontro e esperança, sobretudo na celebração da Eucaristia, gesto de amor e partilha. “ Eu sei em quem acreditei”.

Somos gratos a todas as pessoas que ajudaram a semear, cuidar para que a semente brotasse e espalhasse seus ramos. Aos padres, irmãs, lideranças de todas as comunidades, pastorais e movimentos eclesiais. Vocês proporcionaram a festa. Nossos agradecimentos hoje e ao longo de nossa história. Muito obrigado.

Seguem fotos que registram este momento.